Artigos

17 de março de 2017

Seja o que tiver que ser

Seja inconsequente e pague por isso.
Fique bêbada e pague a conta.
Abra a porta do carro, banque uma rodada de chopp e, quando o dia não for de festa, simplesmente diga não.
Diga não sem culpa, mas não sem educação.
Seja breve na fala e detalhista no pensamento.
Aperte firme a mão das pessoas.
Sorria.
Seja a frente de batalha da sua vida, sem colete à prova de balas.
A vida, minha amiga, não é à prova de imprevistos.
Não tenha filhos e, se tiver, permita-se ser a mãe que a natureza te formou para ser.
Escolha.
Viaje.
Decida.
E, quando ficar em dúvida, simplesmente admita.
Venda seu carro, compre uma Kombi.
Ou, então, financie seu carro zero.
Mude.
De quarto, de casa, de roupa, de sonhos.
Solte as mãos, abra os braços, corte o cordão que te prende ao passado.
Não espere, vá.
Leia, escreva, escute.
Pare de assistir a novelas.
Discuta, dispute, desculpe.
Seja íntima de si mesma.

 

 

Comentários