• Tateando para virar gente grande

Artigos

17 de julho de 2015

Protelação Hipócrita

Protelação Hipócrita

Imagem: Google

Pensando sobre produtividade e eficácia…

Pensando sobre gestão de tempo….

Observo no dia-a-dia o quanto lidamos com profissionais que não sabem aproveitar sua energia, seu precioso tempo, para gerar trabalho produtivamente.

Não me conformo com pessoas que enrolam, enrolam, enrolam e funcionam olhando o relógio para completar a carga horária necessária, sem se importar de deixar as horas escorrerem sem fazer honrar sua vida, seus minutos, suas horas…

Não quero dizer que todas as horas de nossa vida precisam ser úteis!

Nem que precisam ser aproveitadas ao máximo…

Eu sempre prego o ócio criativo, as horas de meditação, as pausas para circular, arejar e ter ótimas idéias!

Não é disso que estou falando…

Estou falando dos procrastinadores, dos proteladores…

Daqueles que são parte de um todo, daqueles cujas tarefas precisam fluir para o resultado geral e não se comprometem, não se envolvem, não levam o planejamento de seu tempo, de suas tarefas, de suas prioridades à sério..

Àqueles que vivem no profissional o famoso deixa a vida me levar, sem ser o dono da sua agenda.

A maioria das pessoas faz o jogo da Protelação Hipócrita de forma inconsciente, mas há quem o faça conscientemente, por falta de metodologia ou até de motivação.

A protelação é um jogo no qual você ignora, esquece e adia suas atividades.

Isso ocorre quando você foge de realizar uma tarefa importante, que precisa ser feita.

Uma necessidade incontrolável os afasta do trabalho que lhes cabe fazer.

As manifestações desses “jogos” normalmente são:

-Trabalhar a esmo, sem objetivo, prioridade ou prazo

-Navegar na internet

-Mexer várias vezes no mesmo papel

-Jogar no computador

-Dar telefonemas longos e sem importância

-Ficar conversando com visitas inesperadas que não são importantes

-Comparecer a reuniões desnecessárias

-Tentar fazer coisas demais ao mesmo tempo, sem calcular o tempo necessário para termina-la

-Agir de forma indecisa

-Dizer “sim” quando deve dizer “não”

-Forçar-se a fazer uma coisa quando está cansado demais para funcionar bem

-Fazer coisas que não precisam ser feitas (ou que outra pessoa poderia fazer)

-Planejar demais

Além disso, outro tipo de “proteladores hipócritas” são os “preparadores perfeitos”.

Eles acreditam que só podem trabalhar em um projeto depois que tiverem feito pesquisas, obtido mais informações, lido mais livros,e vão adiando, adiando, adiando começar efetivamente o que precisa ser feito, vendendo dificuldades ao invés de facilidades.

Bem, isso foi um desabafo sobre alguns estudos que tenho feito x constatações do dia-a-dia.

Vamos pôr a mão na massa!

Vamos realizar, pois em época de crise como estamos, quanto mais produtivos formos, quanto mais resultados gerarmos, em menos tempo e com menos custo, quanto mais diferença fizermos, maior nossa participação para nosso contexto profissional e maior a empregabilidade.

Comentários